top of page

Não estamos autorizados

Provavelmente já aconteceu convosco. Comigo, várias vezes, ainda hoje em dia.


Queremos apresentar uma ideia que vai acrescentar valor à marca, produto, serviço de determinada empresa. Para quem não se conhece, o email parece-me a via certa, para explicar em poucas palavras a razão de ser da ideia ao responsável da marca, produto, serviço. Até aqui tudo bem.


Identificada a pessoa, ligamos para o geral, explicamos a ideia e pedimos o email do(a) destinatário(a).



"Peço desculpa, mas não estou autorizada a divulgar o email. É política da empresa".

Insisto, explico que escrever para o geral, o info ou outro endereço parecido não resulta porque ninguém dá seguimento ou acabam na pasta do spam e a ideia perde-se. Respondem:


"Eu percebo o seu ponto, mas não posso. Escreva para o geral e nós reencaminhamos."

Para que serve o email? Apenas para o circuito interno?

Se o destinatário soubesse da ideia que lhe quero apresentar, será que se importava que lhe escrevesse? Não somos todos adultos, responsáveis e com bom senso para saber gerir emails e não entupir a caixa do destinatário? Caso isso aconteça não pode o destinatário bloquear o utilizador?


Quanto custa ter uma ideia para acabar à deriva numa caixa de correio?


7 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentários


bottom of page