top of page

Marketing automation

Cada vez que envia um email, pode programar o dia e hora de entrega, pode indicar os destinatários das respostas a determinado email, pode pedir um recibo de leitura, entre outras vantagens. Agora imagine que tem ao seu alcance um número considerável de tarefas que pode automatizar e em troca ganha mais tempo para aplicar, por exemplo, nas decisões estratégicas do negócio. Este é o princípio do marketing automation, que permite optimizar as interações entre a marca e os clientes/potenciais clientes, ao longo dos diversos canais de comunicação, tirando partido da tecnologia.


O marketing automation funciona ao longo da jornada do consumidor, procurando acima de tudo gerar leads (de forma eficaz e eficiente) e convertê-las em compradores/consumidores, maximizando o retorno do investimento, sem sacrificar a qualidade do trabalho desenvolvido. Em termos práticos, as automações aplicam-se nos emails, SMS, landing pages, aplicações, display, redes sociais, formulários, retargeting.

Já foram enumeradas algumas vantagens, mas existem outras:
- esta metodologia aproxima departamentos e une esforços em torno dos mesmos objectivos, sobretudo no alinhamento entre vendas e marketing;
- reduz os custos operacionais, aumenta a produtividade e permite ganhos de eficiência;
- as tarefas repetitivas são automatizadas o que liberta tempo para as equipas dedicarem-se a funções criativas, gerirem melhor as campanhas e destinarem os budgets de forma eficaz;
- aumentar a taxa de fidelização do consumidor que resulta de um conhecimento mais aprofundado do seu comportamento, permitindo dirigir mensagens mais personalizadas;

O conceito de marketing automation relaciona-se com outros já abordados neste blog (CX e UX) e integra os desafios de gestão do funil de vendas na óptica do CRM.


Converter potenciais clientes em clientes efectivos implica gerir uma quantidade enorme de informação. A automatização destas tarefas são desenvolvidas a partir de uma plataforma. Actualmente, existem no mercado várias soluções robustas à disposição das empresas, quer seja numa lógica B2C ou B2B, em função da dimensão da empresa:
- Salesforce (Pardot)
- Adobe (Marketo Engage)
- Customer.io
- Constant Contact
- Sendinblue
- Engagebay
- Hubspot
- Acoustic

Recomendações finais, para colocar em prática o processo de marketing automation:
- conhecer a audiência e construir as personas;
- manter a coerência no tom de voz e no estilo da narrativa;
- dotar os conteúdos partilhados com um lado humano bem vincado;
- tirar proveito da imagem para aumentar as interações com a audiência;
- garantir relevância seguindo as tendências com maior afinidade ao negócio;
- implementar testes A/B para avaliar diferentes campanhas e apostar nas mais eficazes;
- envolver a estrutura da empresa e formar os intervenientes destes processos;
- analisar as métricas continuamente, apurar desvios e ajustar para os resultados desejados.
8 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page